Reflexão de Padre Joãozinho, scj: o sábado do silêncio

por Redação
Quinta-Feira Santa: entenda o significado do Lava-pés

O sábado santo é o dia em que até Deus se calou. Devemos fazer um silêncio profundo nesse dia para que possamos ter os ouvidos preparados para a boa notícia da Páscoa

Muitas pessoas se perguntam qual o sentido religioso e cristão desse tempo que vai da celebração da paixão na sexta-feira santa e a Vigília Pascal, no sábado à noite. Pois bem! Antes de tudo é preciso entender quais são os três dias do Tríduo Pascal. A liturgia não se guia pelo nosso calendário solar no qual o dia começa de noite. Após a meia noite temos o começo de um novo dia. Essa convenção do relógio parece muito lógica, mas convenhamos que não é.

 

Diretório Catequese

 

Seguindo a tradição

Para a tradição judaico-cristã, o dia começa quando surge a lua. Utilizamos o calendário lunar. Com isso tudo faz mais sentido. A tarde de quinta-feira santa com sua celebração da instituição da Eucaristia já é sexta-feira. Esse primeiro dia do Tríduo termina com a celebração da paixão. A partir da tarde de sexta-feira começa o segundo dia do Tríduo Pascal. Vai até a tarde de sábado. Somente nessa tarde é que começa o terceiro dia que atravessará toda a noite em vigília até a madrugada da ressurreição no domingo de Páscoa. Fim do terceiro dia do Tríduo Pascal. O primeiro é o dia da paixão (quinta-sexta); o segundo é o dia do silêncio (sexta-sábado) e o terceiro é o dia da ressurreição (sábado domingo).

Leia mais:
Em tempo de quarentena a catequese continua escutando Jesus…

Normalmente conseguimos perceber muito bem o dia da paixão e o da ressurreição, mas o sábado do silêncio passa sem que a maioria perceba seu denso significado. É o dia da sepultura. Nesse dia a liturgia não prevê qualquer rito. É como se fosse um não-dia. Devemos vivê-lo na meditação, no escondimento, na reflexão, no silêncio. Tradicionalmente a Igreja não toca sinos nem instrumentos musicais nesse dia. Nas famílias é um dia de limpeza da casa preparando a páscoa. As santas mulheres do Evangelho passaram esse sábado preparando os óleos para a unção de Jesus no primeiro dia da semana, o primeiro domingo da história. Por isso foram de madrugada ao túmulo. Encontraram Jesus vivo e ressuscitado.

O sábado santo é o dia em que até Deus se calou. Devemos fazer um silêncio profundo nesse dia para que possamos ter os ouvidos preparados para a boa notícia da Páscoa: O Senhor está vivo, Ele ressuscitou!

Padre Joãozinho, scj

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

1 comentário

Maria de Lourdes Amaral Toledo Duarte 12 de abril de 2020 - 17:58

Muito bom ouvir o evangélio as leituras e o salmo

Resposta

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho está VazioVoltar para a Loja
    Precisa de Ajuda?