Catequistas: mestres, discípulos e mistagogos da fé

Vocacionados(as) para iniciar e formar novos discípulos de Jesus Cristo

por Redação
discípulos

“Ide, pois, e fazei discípulos todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-os a observar tudo o que vos mandei. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28, 10-20)

No quarto domingo do mês de agosto, a Igreja recorda com alegria a VOCAÇÃO do SER CATEQUISTA. A catequese é o lugar privilegiado para iniciar na fé e formar novos discípulos de Jesus Cristo.

O discipulado é fruto de uma catequese experiencial, onde o catequista por ser anunciador e testemunha do querigma, assume a vocação de conduzir os catequizandos à experiência do encontro com Jesus Cristo e à pertença comunitária.

 

Catequeses 2025

 

O Papa Bento XVI, em seu discurso inaugural da V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe (CELAM), em 2007, na cidade de Aparecida (SP), ressaltou que “um grande meio de introduzir o Povo de Deus no mistério de Cristo é a Catequese. Nela se transmite de forma simples e substancial a mensagem de Cristo” (DAp, p. 274).

Leia mais: 
Especial Mês do Catequista 2023 inicia com live, confira programação

DISCÍPULOS VOCACIONADOS

Em virtude da vocação batismal, o catequista é um vocacionado a serviço do querigma, ou seja, do anúncio explícito do Evangelho de Jesus Cristo em Comunidade. A comunidade é a primeira catequista de seus membros. Buscar formar discípulos e discípulas vocacionados.

O Catequista é um chamado, uma vocação. A vocação como o dom de servir a Igreja por meio da Catequese. É Jesus Mestre quem chama. Esse chamado implica uma grande novidade: encontrar-se com Ele, conviver, fazer a experiência da fé e aprender Dele a verdadeira pedagogia para a transmissão da fé às novas gerações.

Leia mais:
Equipe Catequistas Brasil lança Ação ‘Catequistas Brasil: em todos os cantos”

DIRETÓRIO PARA A CATEQUESE

O Diretório Geral para a catequese, no Capítulo III, ao falar do Catequista, sublinha que em virtude da fé e da unção batismal na colaboração com o Magistério de Cristo e como servo da ação do Espirito Santo, catequista é:

  • um cristão que recebe o chamado particular de Deus que, acolhido na fé, o capacita ao serviço da transmissão da fé e à missão de iniciar à vida cristã;
  • o ministro da Palavra. O homem e a mulher do querigma. A vocação específica do catequista, portanto, tem sua raiz na vocação comum do povo de Deus, chamado a servir o desígnio salvífico de Deus em favor da humanidade. No conjunto dos ministérios e serviços, com os quais, a Igreja cumpre sua missão evangelizadora, o ministério da catequese ocupa um lugar significativo, indispensável para o crescimento da fé. Esse ministério introduz à fé e, juntamente com o ministério litúrgico, gera os filhos de Deus no seio da Igreja.
  • Testemunha da fé e guardião da memória de Deus experimentando a bondade e a verdade do Evangelho em seu encontro com a pessoa de Jesus, o catequista custodia, alimenta e testemunha a vida nova que dele vem e se torna sinal para os outros. A fé contém a memória da história de Deus com as gerações humanas. Guardar essa memória, despertá-la nos outros e colocá-la a serviço do anúncio é a vocação específica do catequista. Formar discípulos de Jesus Cristo.
  • Mestre e mistagogo: introduz no mistério de Deus, revelado na Páscoa de Cristo; enquanto ícone de Jesus mestre, o catequista tem dupla missão: transmitir o conteúdo da fé e de conduzir ao mistério da mesma fé. O catequista é chamado a ser abrir à verdade sobre a pessoa humana e sobre a sua vocação última, comunicando o conhecimento de Cristo e, ao mesmo tempo, introduzindo às várias dimensões da vida cristã, revelando os mistérios da salvação contidos no depósito da fé e atualizados na liturgia da Igreja.
  • Acompanhador e educador daqueles que lhe são confiados pela Igreja; o catequista é um perito da arte  do acompanhamento  tem competências  educativas, sabe escutar  e  entrar nas dinâmicas do amadurecimento  humano, torna-se companheiro de viagem! Com  paciência e senso de gradualidade, na docilidade à ação do Espírito, em processo de formação. Ajudando os irmãos a amadurecer na vida cristã e caminhar em direção a Deus. O catequista, especialista em humanidade, conhece as alegrias e as esperanças de cada pessoa, suas tristezas e angústias (GS, n. 1) e sabe colocá-las em relação com o Evangelho de Jesus. Tornam-se um discípulos fiéis.

Aos catequistas, nossa gratidão e bênção pelo empenho e testemunho de uma catequese formadora de discípulos e discípulas em comunidades eclesiais missionárias.

Ir. Maria Aparecida Barboza, ICM – Conselheira Geral da Animação Missionária na Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, Mestra em Teologia Bíblica, especialista em pedagogia-catequética, doutoranda em Teologia na PUC-RS, membro do grupo de reflexão Bíblico-Catquética (GREBICAT) da CNBB e coordenadora da Iniciação à Vida Cristã na Arquidiocese de Porto Alegre (RS). Tem experiência na área de Teologia, Bíblia, Catequese e Pastoral. Área de atuação: Bíblia, Catequese, Iniciação à Vida Cristã e Comunidade.

Você também pode gostar

2 comentários

Veronica Franco Goncalves 2 de agosto de 2023 - 12:53

Ser Catequista é uma das maiores alegrias de minha vida!

Resposta
Luciene Maria Santos Queiroz 2 de agosto de 2023 - 13:01

que maravilha poder contar com uma ferramenta dessa em nossas mãos!

Resposta

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito Saiba Mais

Abrir conversa
Tem dúvidas sobre o Catequistas Brasil?
Olá, meu nome é Fabio! Como posso te ajudar?

Adblock Detectado

Desative a extensão AdBlock de seu navegador para uma melhor experiência em nosso site.