Inspiração Vocacional na Catequese

Inspiração Vocacional na Catequese: amor, acolhimento e encorajamento

por Redação
inspiração vocacional

A vocação de ser catequista nos revela que não devemos simplesmente indicar o caminho, mas seguirmos juntos nesse caminho. Os catequizandos estão na caminhada em busca dos sacramentos da iniciação da vida cristã, enquanto todos nós estamos no caminho da santidade, e é nesse sentido que a comunhão entre catequista, catequizandos e comunidade, se revela essencial. Nesse mês de agosto, mês vocacional dentro do 3º Ano Vocacional, é importante refletirmos sobre o papel do catequista enquanto promotor da inspiração vocacional.

 

Catequeses 2025

 

O catequista, assumindo a vocação de educador da fé, deve conduzir seus catequizandos ao reconhecimento de suas próprias vocações, apresentando-os a comunidade paroquial e garantindo-lhes uma boa acolhida. A vivência da vocação não deve ser compreendida como mais um compromisso a ser assumido, mas sim como o compromisso a partir do qual todas as demais tarefas cotidianas são inspiradas. Por isso, é importante que o catequizando acolha com sinceridade as responsabilidades assumidas perante a comunidade, de forma que o serviço lhe convenha como inspiração de fé. Sempre que falarmos em vocação, lembremos que o serviço e as boas obras são fundamentais para salvação, pois toda árvore que não der fruto bom será cortada e jogada no fogo[1].

Leia mais:
Igreja Doméstica: a catequese do dia a dia
Missão de coordenar e a graça de sinodalizar

Nas palavras do Santo Papa João Paulo II: Deus confiou-vos a peculiar missão de conduzir a juventude no caminho da santidade. Sede para eles exemplo de uma generosa fidelidade a Cristo. Encorajai-os a não hesitar em “fazerem-se ao largo”, respondendo sem delongas ao convite do Senhor. Ele chama, alguns à vida familiar, outros à vida consagrada ou ao ministério sacerdotal. Ajudai-os a saber discernir o seu caminho e a passarem a ser amigos verdadeiros de Cristo e seus autênticos discípulos. Quando os adultos, que têm fé, sabem, com as suas palavras e o seu exemplo, tornar visível o rosto de Cristo, os jovens prontificam-se mais facilmente a acolher a sua mensagem exigente, marcada pelo mistério da Cruz.

Com essas palavras, podemos estabelecer os três pilares da inspiração vocacional na catequese: amor ao serviço, acolhimento da comunidade e encorajamento do catequista. O amor, como sabemos, é o maior mandamento da vida cristã[2] e, por isso, deve estar presente em todo encontro de catequese, com o exemplo do catequista que exerce a sua própria vocação com muito amor. O acolhimento da comunidade é importante para que a vocação do catequizando não sufoque como sementes que caíram entre os espinhos[3]. Infelizmente, nem todos que participam da comunidade estão dispostos ao acolhimento. Então, caro catequista, esforce-se para estar presente nos primeiros momentos de participação do catequizando nas pastorais, sendo – mais do que inspiração vocacional – um protetor daquele impulso de fé, o que se reflete no último pilar, de encorajamento.

Leia mais:
Catequistas: mestres, discípulos e mistagogos da fé
Especial Mês do Catequista 2023 inicia com live, confira programação

Que nossa vocação de catequistas seja exemplo e inspiração para a vocação daqueles que nos acompanham. Que o Espírito Santo seja nosso guia e a Virgem Maria nossa benfeitora, de modo que ao nos despedirmos de cada turma possamos dizer-lhes: “pois eu vos dei o exemplo, para que façais como eu fiz”[4], se ainda não na santidade, ao menos na vocação. Quem assim seja!

Luís Gustavo Conde – Catequista na Catedral Metropolitana de São Sebastião, na Arquidiocese de Ribeirão Preto (SP), atuando na evangelização de jovens e adultos. Autor de artigos para o Portal de Formação da Canção Nova e articulista da Revista Paróquias. Advogado e professor de cursos técnicos profissionalizantes. Marido da Patrícia e pai do Oliver.

CITAÇÕES DO TEXTO BÍBLICO

[1] (Mt 7, 19); [2] (Mt 22, 34-40); [3] (Mt 13, 7); [4] (Jo 13, 15).

REFERÊNCIAS

BÍBLIA DE APARECIDA. Bíblia online da Editora Santuário.

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA. In textos fundamentais. Arquivo do Vaticano.

JOÃO PAULO II. Mensagem para o 42º Dia Mundial de Orações pelas Vocações 2005. Castelo Gandolfo, 11 ago. 2004.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito Saiba Mais

Abrir conversa
Tem dúvidas sobre o Catequistas Brasil?
Olá, meu nome é Fabio! Como posso te ajudar?

Adblock Detectado

Desative a extensão AdBlock de seu navegador para uma melhor experiência em nosso site.