Home FormaçãoHistória da Igreja Domingo de Páscoa: Jesus está no meio de nós!

Domingo de Páscoa: Jesus está no meio de nós!

por Redação
Domingo de Páscoa: Jesus está no meio de nós!
Compartilhe:

É Domingo de Páscoa! Ele vive, aleluia! 

Após 40 dias de Quaresma e a celebração da Semana Santa, finalmente chegou o grande dia: Jesus Cristo ressuscitou e está no meio de nós. O Domingo de Páscoa é a celebração da ressurreição. Cristo foi crucificado, morreu pelos pecados da humanidade e no terceiro dia voltou com a salvação para o mundo. Acabou o momento de tristeza ou luto, agora é dia de festejar.

 

Diretório Catequese

 

Durante o Tríduo Pascal, a igreja celebrou a paixão, morte e ressurreição de Jesus. Foram recordados diversos fatos e passagens marcantes da vida Cristo. Entre a Sexta da Paixão e Sábado de Aleluia, viveu-se o luto do sacrifício do filho de Deus, mas agora a luz retornou para o meio do povo, Cristo está vivo e nos mostra todos os dias a sua glória e a grandiosidade do seu amor por cada um.

Leia mais:
SORTEIO: Editora Vozes e Catequistas Brasil te presenteiam com 7 livros de catequese

Evangelho do Domingo de Páscoa

Domingo de Páscoa: Jesus está no meio de nós!

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.

3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.

8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou. 9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

Reflexão do Domingo de Páscoa

Após tanto tempo aguardando a Páscoa de Cristo, não podemos nos esquecer de todos os ensinamentos que vivenciamos no processo da Quaresma e da Semana Santa. Como disse o sacerdote na Missa de Cinzas “Convertei-vos e crede no evangelho”, essa conversão não é um pedido válido apenas no período que antecede a ressurreição de Jesus, pois se não saíssemos transformados dessa celebração da Igreja Católica, de nada adiantaria a caminhada para chegar até aqui.

Por isso, com a fé e o coração renovados, cheios de luz de Cristo, que a Páscoa modifique nossa maneira de viver para melhor. Que sejamos mais compassivos, mais amorosos, mais humildes. Que sigamos todos os ensinamentos que passar pela morte de Cristo nos deixou, todos os exemplos que Jesus nos deixa todos os dias em cada uma de suas pregações ou demonstrações de tua presença na vida de cada um. Ele morreu por nós, deu seu sangue para que nós alcançássemos a salvação, não deixemos que esse sacrifício seja feito em vão.

A Páscoa do Senhor em meio ao COVID-19

Neste ano de 2020, o mundo presenciou uma Semana Santa e está vivendo uma Páscoa diferente. Devido à pandemia de coronavírus os fiéis foram impossibilitados de saírem e tiveram que acompanhar os ritos e celebrações dentro de casa, através dos meios de comunicação. Dessa forma, a maneira de evangelizar passou por um período de reestruturação.

A oração entre famílias dentro de casa, voltou a ser intensificada. As missas transmitidas por canais de Tv católicos bateram pela primeira vez recorde de audiência e a sede pela eucaristia consagrada nunca foi tão grande. Que essa mudança tenha refletido na fé e vida espiritual de cada um e a partir dela voltemos a Deus com uma Igreja mais fervorosa que tem como Rei o Salvador da vida eterna.

Oração para o Domingo de Páscoa

Como é bom estar em tua presença meu Deus! Entre tantas orações, louvores e pedidos o Senhor veio ao encontro de seus filhos, nos trouxe o perdão e nos trouxe a luz para nossas vidas. Que eu seja uma pessoa melhor para ti e para todos os meus irmãos, que eu saiba perdoar assim como o Senhor me perdoou, que eu saiba amar assim como me amas e que diante de tanta dor e sofrimento eu seja reflexo do coração compassivo que é o meu Deus! Eu te amo Senhor, eu te louvo e sou teu servo. Faça-se em mim, a tua vontade. Amém.

Por Redação Catequistas Brasil

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

3 comentários

Liturgia Diária: Domingo da Páscoa do Senhor - 12/04/2020 12 de abril de 2020 - 10:53

[…] a liturgia deste Domingo de Páscoa – […]

Resposta
O verdadeiro significado da festa de Pentecostes 4 de maio de 2020 - 13:02

[…] 50 dias após o Domingo de Páscoa, os discípulos e seguidores de Jesus estavam com a Santíssima Virgem, reunidos para celebrar a […]

Resposta
Catequese sobre Pentecostes 28 de maio de 2020 - 17:38

[…] 50 dias após o Domingo de Páscoa, os discípulos e seguidores de Jesus estavam com a Santíssima Virgem, reunidos para celebrar a […]

Resposta

Deixe um comentário