Home Formação O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras

O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras

por Redação
Compartilhe:

A celebração do Domingo de Ramos 2020 abre as portas da Semana Santa

Significado do Domingo de Ramos

No primeiro dia da Semana Santa, época mais solene para a Igreja Católica, é tradição se deparar, logo pela manhã, com o verde das folhas de palmeiras e o coro das vozes que entonam “Hosana hei hosana há” em caminhada pelas ruas. Isso, porque é Domingo de Ramos, celebração que marca o início de uma série de ritos que reproduzem acontecimentos importantes da vida de Jesus, ao longo da Semana da Paixão de Cristo. O Domingo de Ramos 2020 será diferente por causa da pandemia do Covi-19. A CNBB pediu aos católicos que coloquem os ramos nas portas de sua casa.

Muitas pessoas fazem estas perguntam sobre o Domingo de Ramos:

  • Qual é o dia de Domingo de Ramos?
  • Pode comer carne no Domingo de Ramos?
  • O que significa Hosana no Domingo de Ramos?
  • O que significa ramos de palmeiras?

Veja também: Conheça o Catequistas Brasil 2021

 

Diretório Catequese

 

Acontecimentos importantes da vida de Jesus

Entre eles, no primeiro dia, se recorda a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, em que o povo o reconhece como verdadeiro salvador e rei. A passagem é contada em quatro evangelhos da bíblia, podendo ser lida em Mateus, Lucas, Marcos e João. Narra-se que ao chegar na cidade, Jesus foi recebido em grande festa e aclamado pela multidão, que erguia ramos de palmeira como um gesto de saudação ao filho de Deus.

Os ramos, que dão nome a essa data, eram uma espécie de presente para Jesus, geralmente dado por pessoas humildes. Enquanto Nosso Senhor atravessava o espaço repleto de fiéis encima de um jumento, todos ali levantavam no ar folhas verdes em clima de festa. Quando Jesus se aproximava, os ramos eram depositados no chão, em verdadeira adoração ao filho de Deus que ali passava.

O Domingo de Ramos na Bíblia

O Domingo de Ramos 2020

Foto: Reprodução

Mt 21,1-11

Naquele tempo, Jesus e seus discípulos aproximaram-se de Jerusalém e chegaram a Betfagé, no monte das Oliveiras. Então Jesus enviou dois discípulos, dizendo-lhes: “Ide até o povoado que está ali na frente, e logo encontrareis uma jumenta amarrada, e com ela um jumentinho. Desamarrai-a e trazei-os a mim! Se alguém vos disser alguma coisa, direis: ‘O Senhor precisa deles’, mas logo os devolverá”’.

Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelo profeta: Dizei à filha de Sião: Eis que o teu rei vem a ti, manso e montado num jumento, num jumentinho, num potro de jumenta”:

Então os discípulos foram e fizeram como Jesus lhes havia mandado. Trouxeram a jumenta e o jumentinho e puseram sobre eles suas vestes, e Jesus montou. A numerosa multidão estendeu suas vestes pelo caminho, enquanto outros cortavam ramos das árvores, e os espalhavam pelo caminho. As multidões que iam na frente de Jesus e os que o seguiam, gritavam:

“Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!”

Quando Jesus entrou em Jerusalém a cidade inteira se agitou, e diziam: “Quem é este homem?” As multidões respondiam: “Este é o profeta Jesus, de Nazaré da Galileia”.

A Missa de Ramos

O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras

Aspergindo ramos | Imagem: Arquivo Canção Nova

Por esse motivo, a Igreja Católica Apostólica Romana, começa a celebração da Missa de Ramos nas ruas. As pessoas também trazem folhas de palmeiras e assim seguem juntas com o sacerdote e toda a comunidade, em procissão para a igreja. A caminhada é marcada por terços, orações e hinos, sendo muito famoso cantar o “Hosana”, devido a passagem da bíblia. Na ocasião, os ramos são abençoados, aspergidos com água benta e podem ser levados para casa após o fim da celebração.

Esses ramos são os que serão utilizados para a Missa de Cinzas do ano seguinte. Quando se aproxima a Quaresma, eles são queimados, se tornam pó e assim, são utilizados no rito de ungir a testa dos fiéis. Esse rito, representa a humildade e o reconhecimento dos pecados, para começar o período de 40 dias que antecede a Páscoa. Dessa forma, o Domingo de Ramos possui uma ligação direta com a Quarta-feira de Cinzas de cada ano posterior.

Preparando o coração

No entanto, vale ressaltar que o clima de festa é presente apenas durante a procissão da celebração. Já dentro da igreja, a liturgia concede abertura para a passagem que narra a paixão de Cristo que será recordada novamente nas celebrações do Tríduo Pascal. Nesse dia o evangelho é lido por mais de uma pessoa, contendo narrador central e outros secundários que reproduzem as vozes dos personagens. É de costume que as falas de Jesus sejam lidas pelo sacerdote que preside a missa.

Portanto, a Missa de Ramos marca a abertura dessa semana que é dedicada em contemplar o sacrifico de Jesus, reconhecendo-o como Salvador. Pode-se dizer que essa celebração do primeiro dia da Semana Santa instaura o sentimento que será vivido ao longo dos próximos dias e prepara os corações para a Sexta-Feira da Paixão de Jesus, na espera de que Jesus ressuscitará.

A simbologia das folhas de palmeiras

O Domingo de Ramos 2020 e a simbologia das folhas de palmeiras

Ramos na procissão | Imagem: Reprodução

Os ramos utilizados no primeiro dia da Semana Santa possuem um significado ligado às passagens bíblicas mencionadas. As folhas de palmeiras são as mais utilizadas nessa celebração e simbolizam a humildade e proteção de Deus para com seus filhos. Além disso, os ramos de oliveira são um sinal por excelência da renovação da fé em Deus. Eles são creditados como sendo um símbolo da vida e ressurreição de Jesus Cristo.

Por esse motivo, é costume que após a missa, os fiéis levem seus ramos para casa e os pendure em algum lugar visível como sinal de que naquele lar, habita uma família que considera Jesus o rei e salvador. Ademais, muitas pessoas consideram os ramos, símbolos de proteção para a casa. Na época da quaresma, aconselha-se devolve-los a igreja para serem queimados para a missa de cinzas e em cada Domingo de Ramos, renovar os ramos.

Veja mais dicas para Semana Santa

 

Confira:

Por Redação Catequistas Brasil

 

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

10 comentários

Sugestão de Catequese para a Semana Santa 12 de março de 2020 - 15:09

[…] Leia mais: O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras […]

Resposta
O verdadeiro significado da Páscoa e suas curiosidades 16 de março de 2020 - 11:37

[…] Leia mais: O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras […]

Resposta
Domingas tertuliano veloso 4 de abril de 2020 - 20:50

Gostei de saber que devemos deichar os ramos a vista para mostrar a presença de Deus

Resposta
Domingo de Ramos: CNBB pede que católicos coloquem um ramo na porta de suas casas 30 de março de 2020 - 14:38

[…] Leia mais:O Domingo de ramos e a simbologia das folhas de palmeiras […]

Resposta
O Domingo de Ramos será no dia 5 de abril e deve ser celebrado em casa, devido à pandemia de coronavírus – Portal Condeúba 30 de março de 2020 - 20:05

[…] Leia mais: O Domingo de ramos e a simbologia das folhas de palmeiras […]

Resposta
Dalva de oliveira stach 1 de abril de 2020 - 22:24

Que tal, após a pandemia, levarmos os ramos colocados na janela no domingo de ramos, para a igreja para uma celebração de ação de graças pelo fim da pandemia e pelas perdas de pessoas no mundo inteiro.

Resposta
María giovanna 4 de abril de 2020 - 15:45

Eu não sabia o significado das folhas de palmeiras

Resposta
Cleusa 5 de abril de 2020 - 09:17

Bom dia.gostaria de saber porqe tiraram os bancos da basilica de Aparecida? Grata.

Resposta
Camille Victoria 6 de abril de 2020 - 00:25

Gostei tirou tds minhas dúvidas

Resposta
Semana Santa: história, liturgias e significados - Catequistas Brasil 6 de abril de 2020 - 12:08

[…] Populares O Domingo de Ramos e a simbologia das… Ofício de Nossa Senhora, saiba como rezar Liturgia Diária 2020 e seu Calendário Litúrgico […]

Resposta

Deixe um comentário