Home Formação Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021

Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021

por Redação
Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021
Compartilhe:

A Campanha da Fraternidade 2021 será Ecumênica e terá como tema: “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”

A Campanha da Fraternidade 2021 já está sendo preparada. O tema escolhido é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” (Ef. 2.14).

 

Diretório Catequese

 

Campanha da Fraternidade Ecumênica

Em 2021, a Campanha será ecumênica. A campanha ecumênica é realizada a cada cinco anos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC).

Organizado no método ver, julgar e agir, o subsídio vai apontar uma série de iniciativas que ajudarão a colocar em prática as propostas incentivadas pela Campanha.

A última Campanha da Fraternidade Ecumênica realizada pela CNBB e pelo Conic foi em 2016. Tinha como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24), com foco no saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos.

A primeira Campanha da Fraternidade Ecumênica foi realizada em 2000, com o tema “Dignidade humana e paz” e lema “Novo milênio sem exclusões”. A segunda, em 2005, abordou “Solidariedade e Paz” e “Felizes os que promovem a paz”. A Campanha de 2010 tratou da “Economia e Vida”, a partir do lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”.

Leia mais:
Saiba 10 curiosidades sobre a solenidade do Sagrado Coração de Jesus

Quando surgiu a Campanha da Fraternidade?

Em 1961, três padres, responsáveis pela Cáritas no Brasil, idealizaram uma campanha com o objetivo de levantar fundos para assistir aos pobres. Deram a esta ideia o nome de Campanha da Fraternidade, que foi realizada pela primeira vez na Quaresma de 1962, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

A ideia funcionou tão bem que, no ano seguinte, dezesseis dioceses do Nordeste realizaram a Campanha da Fraternidade. E em 1964, foi lançada a Campanha da Fraternidade a nível nacional pela CNBB com o tema: “Igreja em Renovação”.

Dessa forma, a Campanha da Fraternidade nasce no contexto do Concílio Vaticano II, que iniciou um tempo de renovação na pastoral da Igreja. Por isso a Campanha da Fraternidade, que acontece sempre no período quaresmal, é um grande convite a nos convertermos para a prática da justiça social, da solidariedade, da partilha e do amor ao próximo.

Para cada ano, a Igreja no Brasil escolhe um tema para ser refletido na Campanha da Fraternidade e transformado em ação concreta de solidariedade. Gestos que podem transformar realidades de dor e sofrimento em possibilidade de esperança. Contudo, a Campanha da Fraternidade é o diálogo da Igreja com a sociedade, pois todos os cristãos devem ser sal da terra e luz do mundo.

Em resumo, a Fraternidade deveria ser algo comum entre aqueles que acolheram o Evangelho e seguem a Cristo. Sendo assim, se há a necessidade de fazer uma Campanha para que a Fraternidade seja vivida. Necessitamos de uma profunda conversão, mudança do coração. Por isso, a CF acontece durante o período quaresmal, quando nos preparamos para viver a vida nova em Cristo Ressuscitado que faz novas todas as coisas, principalmente a força do amor em nossos corações.

Leia mais:
A celebração do mês vocacional na catequese

Por Redação Catequistas Brasil

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

1 comentário

Como fazer para implantar a Iniciação à Vida Cristã em tempos de pandemia 19 de junho de 2020 - 12:25

[…] Leia mais: Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021 […]

Resposta

Deixe um comentário