Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021

por Redação
Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021

A Campanha da Fraternidade 2021 será Ecumênica e terá como tema: “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”

A Campanha da Fraternidade 2021 já está sendo preparada. O tema escolhido é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” (Ef. 2.14).

 

Diretório Catequese

 

Campanha da Fraternidade Ecumênica

Em 2021, a Campanha será ecumênica. A campanha ecumênica é realizada a cada cinco anos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC).

Organizado no método ver, julgar e agir, o subsídio vai apontar uma série de iniciativas que ajudarão a colocar em prática as propostas incentivadas pela Campanha.

A última Campanha da Fraternidade Ecumênica realizada pela CNBB e pelo Conic foi em 2016. Tinha como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24), com foco no saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos.

A primeira Campanha da Fraternidade Ecumênica foi realizada em 2000, com o tema “Dignidade humana e paz” e lema “Novo milênio sem exclusões”. A segunda, em 2005, abordou “Solidariedade e Paz” e “Felizes os que promovem a paz”. A Campanha de 2010 tratou da “Economia e Vida”, a partir do lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”.

Leia mais:
Saiba 10 curiosidades sobre a solenidade do Sagrado Coração de Jesus

Quando surgiu a Campanha da Fraternidade?

Em 1961, três padres, responsáveis pela Cáritas no Brasil, idealizaram uma campanha com o objetivo de levantar fundos para assistir aos pobres. Deram a esta ideia o nome de Campanha da Fraternidade, que foi realizada pela primeira vez na Quaresma de 1962, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

A ideia funcionou tão bem que, no ano seguinte, dezesseis dioceses do Nordeste realizaram a Campanha da Fraternidade. E em 1964, foi lançada a Campanha da Fraternidade a nível nacional pela CNBB com o tema: “Igreja em Renovação”.

Dessa forma, a Campanha da Fraternidade nasce no contexto do Concílio Vaticano II, que iniciou um tempo de renovação na pastoral da Igreja. Por isso a Campanha da Fraternidade, que acontece sempre no período quaresmal, é um grande convite a nos convertermos para a prática da justiça social, da solidariedade, da partilha e do amor ao próximo.

Para cada ano, a Igreja no Brasil escolhe um tema para ser refletido na Campanha da Fraternidade e transformado em ação concreta de solidariedade. Gestos que podem transformar realidades de dor e sofrimento em possibilidade de esperança. Contudo, a Campanha da Fraternidade é o diálogo da Igreja com a sociedade, pois todos os cristãos devem ser sal da terra e luz do mundo.

Em resumo, a Fraternidade deveria ser algo comum entre aqueles que acolheram o Evangelho e seguem a Cristo. Sendo assim, se há a necessidade de fazer uma Campanha para que a Fraternidade seja vivida. Necessitamos de uma profunda conversão, mudança do coração. Por isso, a CF acontece durante o período quaresmal, quando nos preparamos para viver a vida nova em Cristo Ressuscitado que faz novas todas as coisas, principalmente a força do amor em nossos corações.

Leia mais:
A celebração do mês vocacional na catequese

Por Redação Catequistas Brasil

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

1 comentário

Como fazer para implantar a Iniciação à Vida Cristã em tempos de pandemia 19 de junho de 2020 - 12:25

[…] Leia mais: Igreja do Brasil se prepara para vivenciar a Campanha da Fraternidade 2021 […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho está VazioVoltar para a Loja
    Precisa de Ajuda?