Home Formação Você sabia? A Igreja Católica é constituída por 24 Igrejas autônomas!

Você sabia? A Igreja Católica é constituída por 24 Igrejas autônomas!

por Redação
Compartilhe:

A Igreja Católica não se limita ao rito romano: ela é uma grande comunhão de 24 Igrejas, sendo 1 ocidental e 23 orientais

Você sabia que a Igreja Católica é atualmente constituída por 24 Igrejas autônomas “sui juris”? Pois é! A Igreja Católica não se limita ao rito romano. Portanto, ela é uma grande comunhão de 24 Igrejas, sendo 1 ocidental e 23 orientais.

 

Catequistas Brasil Home

 

O ramo ocidental é representado pela tradição latina da Igreja Católica Apostólica Romana. é chamado “ocidental” por conta da localização geográfica de Roma e não porque a sua presença se restrinja a países do Ocidente: na verdade, a Igreja Católica de rito romano está presente no mundo inteiro e tem dioceses em todos os continentes, de Portugal ao Japão, do Brasil à Rússia, de Angola à China, do Canadá à Nova Zelândia.

Leia também:
Estão abertas as inscrições para o Catequistas Brasil 2020

Razões históricas

As Igrejas católicas orientais também têm fiéis espalhados pelo mundo, mas, por razões históricas, estão mais fortemente presentes nos lugares onde surgiram. Dessa forma, possuem tradições culturais, teológicas e litúrgicas diferentes, bem como estrutura e organização territorial própria, mas professam a mesma e única doutrina e fé católica, mantendo-se, portanto, em comunhão completa entre si e com a Santa Sé. Sendo assim, todas as 24 Igrejas que compõem a Igreja Católica são consideradas Igrejas “sui juris”, ou seja, são autônomas para legislar de modo independente a respeito de seu rito e da sua disciplina, mas não a respeito dos dogmas, que são universais e comuns a todas elas e garantem a sua unidade de fé – formando, na essência, uma única Igreja Católica obediente ao Santo Padre, o Papa, que a todas preside na caridade.

Primeiramente, a legislação de cada Igreja “sui juris” é estudada e aprovada pelo seu respectivo sínodo, ou seja, pela reunião dos seus bispos sob a presidência do seu arcebispo-maior ou patriarca. Por exemplo, a Igreja Melquita é presidida por um patriarca, enquanto a Igreja Greco-Católica Ucraniana por um arcebispo-maior. Contudo, o rebanho dos fiéis católicos de rito latino é guiado diretamente pelo Papa Francisco, bispo de Roma, que é também o líder de toda a grande comunhão da Igreja Católica em suas diversas tradições.

O reconhecimento

É muito comum até hoje, em especial no Ocidente, confundir a Igreja Católica com o rito latino, um erro que vem acontecendo há séculos e que, ao longo da história, já causou sérios prejuízos aos católicos de ritos orientais. Sendo assim, o que é preciso entender é que todos os católicos latinos são, obviamente, católicos; mas nem todos os católicos são católicos latinos. Entretanto, esta é mais uma das tantíssimas riquezas do infinito tesouro da Igreja que é Una, Santa, Católica e Apostólica!

Dessa forma, o Concílio Vaticano II reconheceu que todos os ritos aprovados pelas Igrejas que formam a Igreja Católica têm a mesma dignidade e direito e devem ser preservados e promovidos. Aliás, por falar em rito, outra confusão frequente é feita entre o rito latino e o rito romano: os termos costumam ser usados como sinônimos, mas, tecnicamente, além do rito romano, também existem outros ritos latinos de certas Igrejas locais, como o ambrosiano, e os de algumas ordens religiosas, além do rito tridentino.

Mas eles não estão vinculados a Igrejas autônomas “sui juris“, sendo diferentes ritos dentro da mesma tradição latina da Igreja Católica. Quanto aos ritos orientais, as diferenças são mais marcadas pela diversidade de tradições e há vínculos históricos entre os ritos e as Igrejas autônomas “sui juris” específicas que os adotam: são eles o alexandrino ou copta, o bizantino, o antioqueno ou siríaco ocidental, o caldeu ou siríaco oriental, o armênio e o maronita.

Leia também:
Qual é a diferença entre catequese e evangelização?

Mas quais são, afinal, as Igrejas “sui juris” que formam a Igreja Católica? Eis a impressionante lista:

De rito ocidental 
  • Tradição litúrgica latina ou romana:
  • Rito latino da Igreja Católica Apostólica Romana (sede em Roma)
De ritos orientais 
Tradição litúrgica alexandrina:
  • Igreja Católica Copta (patriarcado; sede no Cairo, Egito)
  • Igreja Católica Etíope (metropolitanato; sede em Adis Abeba, Etiópia)
  • Igreja Católica Eritreia (metropolitanato; sede em Asmara, Eritreia)
Tradição litúrgica bizantina:
  • Igreja Greco-Católica Melquita (patriarcado; sede em Damasco, Síria)
  • Igreja Católica Bizantina Grega (eparquia; sede em Atenas, Grécia)
  • Igreja Católica Bizantina Ítalo-Albanesa (eparquia; sede na Sicília, Itália)
  • Igreja Greco-Católica Ucraniana (arcebispado maior; sede em Kiev, Ucrânia)
  • A Igreja Greco-Católica Bielorrussa (também chamada Católica Bizantina Bielorussa)
  • Igreja Greco-Católica Russa (sede em Novosibirsk, Rússia)
  • A Igreja Católica Bizantina Eslovaca (metropolitanato; sede em Prešov, Eslováquia)
  • Igreja Greco-Católica Húngara (metropolitanato; sede em Nyíregyháza, Hungria)
  • Igreja Católica Bizantina da Croácia e Sérvia (eparquia; sedes em Križevci, Croácia, e Ruski Krstur, Sérvia)
  • Igreja Greco-Católica Romena (arcebispado maior; sede em Blaj, Romênia)
  • Igreja Católica Bizantina Rutena (metropolitanato; sede em Pittsburgh, Estados Unidos)
  • Igreja Católica Bizantina Albanesa (eparquia; sede em Fier, Albânia)
  • Igreja Greco-Católica Macedônica (exarcado ou exarquia; sede em Escópia, Macedônia)
  • Igreja Greco-Católica Búlgara (eparquia; sede em Sófia, Bulgária)
Tradição litúrgica armênia:
  • Igreja Católica Armênia (patriarcado; sede em Beirute, Líbano)
Tradição litúrgica maronita:
  • Igreja Maronita (patriarcado; sede em Bkerke, Líbano)
Tradição litúrgica antioquena ou siríaca ocidental:
  • Igreja Católica Siríaca (patriarcado; sede em Beirute, Líbano)
  • Igreja Católica Siro-Malancar (arcebispado maior; sede em Trivandrum, Índia)
Tradição litúrgica caldeia ou siríaca oriental:
  • Igreja Católica Caldeia (patriarcado; sede em Bagdá, Iraque)
  • Igreja Católica Siro-Malabar (arcebispado maior; sede em Cochim, Índia)

 

Peregrinação Paulo Gil Home

 

Fonte: Aleteia

Você também pode gostar

1 comentário

Cleide Aparecida Baco Fernandes 10 de setembro de 2019 - 17:26

Obrigado por todo esse abençoado ensinamento , sou catequista por amor a JESUS CRISTO e por tudo que me levar a caminhar até o meu Salvador , e gostaria de receber mais intenções e ensimentos sobre e de catequese pois tudo é Liturgia da Santa Palavra e tudo é catequese aprendemos sempre pois tudo é mistério e não sabemos tudo , aprendemos um pouco a cada dia e esse pouco devemos levar com muito amor a tantos outros que nada sabem e estão com vontade de saber . Obrigado , DEUS abençoe a todos por essa valiosa ajuda .

Resposta

Deixe um comentário