Home Formação O verdadeiro significado da Páscoa e suas curiosidades

O verdadeiro significado da Páscoa e suas curiosidades

por Redação

O significado da Páscoa é a celebração da ressurreição de Cristo e abrange uma influência enorme em todo o calendário litúrgico

Derivada do grego, o significado da Páscoa remete à passagem. Desde muito cedo os Judeus utilizavam-se dessa data para lembrar o caminho percorrido no Mar Vermelho e a libertação da escravidão no Egito. Mas, na fé cristã, esse dia é reservado para comemorar a ressurreição de Jesus Cristo, fato considerado o maior ato que a humanidade já presenciou.

 

Semana post Home

 

O significado da Páscoa

Após um período de longa preparação durante os 40 dias da Quaresma, a Páscoa sucede as celebrações do Tríduo Pascal, que consistem na Quinta-Feira de Lava-pés, Sexta-Feira da Paixão e também o Sábado de Aleluia. Durante esses dias, lembra-se as passagens mais marcantes da Vida de Jesus, vive-se o luto de sua morte e por fim, aguarda-se ansiosamente a chegada do Domingo para comemorar a ressurreição do filho de Deus.

De acordo com Santo Agostinho, o significado da Páscoa é “a mãe de todos os relógios sagrados, durante o qual o mundo inteiro permaneceu acordado”. Sendo assim, a frase remete a Vigília Pascal que já começa no Sábado à noite e demonstra o quão marcante é esse acontecimento para a Igreja Católica. A Vigília marca a transição de um Sábado de Aleluia que ainda era marcado pelo luto do dia anterior, que agora consegue ver novamente a luz do mundo, Jesus.

A ocasião é a festa mais solene da religião cristã, considerada o coração de todo o ano litúrgico do calendário católico. Após sua comemoração no Domingo, a celebração é sucedida pela Oitava de Páscoa e o tempo litúrgico acerca dessa solenidade permanece por 50 dias, concluindo-se na celebração de Pentecostes.

Leia mais:
Entenda a importância do Tríduo Pascal na manifestação da fé católica

Passagem bíblica da Ressurreição de Jesus

Significado da Páscoa

1No primeiro dia da semana, de manhã bem cedo, as mulheres levaram ao sepulcro as especiarias aromáticas que haviam preparado. 2Encontraram removida a pedra do sepulcro, 3mas, quando entraram, não encontraram o corpo do Senhor Jesus. 4Ficaram perplexas, sem saber o que fazer. De repente, dois homens com roupas que brilhavam como a luz do sol colocaram-se ao lado delas.

5Amedrontadas, as mulheres baixaram o rosto para o chão, e os homens lhes disseram: “Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive? 6Ele não está aqui! Ressuscitou! Lembrem-se do que ele disse, quando ainda estava com vocês na Galileia: 7’É necessário que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia’ “. 8Então se lembraram das palavras de Jesus. 9Quando voltaram do sepulcro, elas contaram todas estas coisas aos Onze e a todos os outros. 10As que contaram estas coisas aos apóstolos foram Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago, e as outras que estavam com elas.

11Mas eles não acreditaram nas mulheres; as palavras delas lhes pareciam loucura. 12Pedro, todavia, levantou-se e correu ao sepulcro. Abaixando-se, viu as faixas de linho e mais nada; afastou-se, e voltou admirado com o que acontecera.

Lucas 24

Por que a data da Páscoa é móvel?

Diferentes de datas como o Natal, que é sempre comemorado no dia 25 de dezembro, a Páscoa não possui uma data fixa. Isso se dá pelo fato de que ela está ligada à lua cheia de primavera, geralmente ocorrendo entre o período de 25 de março à 25 de abril.

Primeiramente, a Páscoa influencia diretamente na celebração de outras datas importantes da igreja. Depende dela para que aconteça outros eventos famosos católicos, como o início do tempo da Quaresma, a Semana Santa e Pentecostes. Portanto, ela que define quando serão celebradas essas datas que são de extrema importância para o calendário litúrgico.

Leia mais:
O Domingo de Ramos e a simbologia das folhas de palmeiras

Os ovos ligados ao cristianismo

significado da páscoa

Durante o Período da Páscoa são famosos o consumo de ovos de chocolate e a decoração de ovos de galinha, os tingindo e realizando desenhos sobre a casca. Essa tradição é bem forte em países como Grécia e Hungria, mas no Brasil também é comum, principalmente em dinâmicas com crianças.

Esse costume é muito antigo e remete aos primeiros cristãos. Eles possuíam o costume de pintar ovos de vermelho, para lembrar o sangue de Cristo e decora-los com cruzes e outros símbolos da fé. Dessa forma, estudos também revelam que na antiguidade, durante a quaresma, além do consumo de carne, comer ovos também era proibido pela igreja, então utilizavam os ovos que as galinhas botavam para decoração.

Além disso, o ovo representa o nascimento de uma vida, estando associado ao renascimento de Cristo na páscoa. Época que indica um renascimento de todos os cristãos, uma mudança de vida para melhor e claro, uma plena conversão ao amor de Nosso Senhor que morreu na cruz por amor.

Oração para o dia de Páscoa

Senhor, de amor e de bondade, que deu a vida por nós, por amor e ressuscitou no terceiro dia.

Que junto com a tua ressurreição, possamos renascer contigo para uma vida nova.

Que sejamos fortes para não cairmos em tentação e que todo o reconhecimento do seu sacrifico não seja apenas na Quaresma.

Guie nossos caminhos, seja a nossa luz, nos ilumine.

Amém.

Por Redação Catequistas Brasil

 

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

Deixe um comentário