Home Pastoral da Catequese A Pastoral da Catequese e o despertar de um novo tempo

A Pastoral da Catequese e o despertar de um novo tempo

por Redação
Compartilhe:

Dinamize seus objetivos na pastoral da catequese e nos compromissos com a Igreja

A atividade da pastoral da catequese sempre é marcada pela forma como acolhe os catequizandos e os pais. É na conquista da confiança de ambos que a catequese alcança o mérito de conceber o espaço merecido e ativo. Por isso, todo catequista deve ter o compromisso de entrega e de atitudes que realmente criem expectativas positivas para o exercício pastoral.

 

Diretório Catequese

 

O que dizer da catequese?

A catequese é um momento muito importante na vida do catequizando, porque além de receber a formação, os pais podem e devem participar ativamente de encontros, reuniões, celebrações. Considero que a verdadeira catequese acontece no seio da família com os pais. De nada adianta, nós catequistas, ensinarmos valores cristãos, se não praticá-los em casa por aqueles que devem ser exemplos para as crianças. É nosso dever contribuir para a formação da criança, despertando nela uma consciência aberta para continuar participando após receber a Primeira Eucaristia. A catequese é o anúncio de uma nova vida para a criança. Ela recebe o grande ensinamento de maior catequista, que é Jesus Cristo.

Palavra que liberta

Na Primeira Carta de São Paulo à comunidade de Coríntios 13, 4-8, o apóstolo nos fala das características do amor: o amor é paciente, nem é arrogante, não se comporta inconvenientemente, não quer tudo para si, não condena por causa de um erro cometido, não se regozija com a maldade, mas com a verdade, não é preconceituoso e nunca falha. A verdade é que, os valores oferecidos pelo amor, estão baseados em comportamentos e atitudes de respeito, bondade, humildade, confiança, perdão, etc. Isto implica que a catequese possui a missão de ensinar, incentivar, motivar o catequizando (a), conduzindo-o perceber o quanto é importante cultivar tais valores cristãos em benefício de sua formação humana e religiosa.

Leia mais:
Ação evangelizadora: a educação da fé conforme as idades

Então, o que construir na catequese

O crescimento do Reino de Deus está dentro de cada um de nós, porque juntos formamos sua família. Só a experiência do amor é capaz de nos transformar. Despertar esse Deus em nós e torná-lo vivo é um desafio muito grande para a catequese de hoje. O catequista deve ajudar a criança se sentir segura em demonstrar seus sentimentos e valores cristãos no seu círculo de amizade e de convívio, sem se sentir marginalizada ou constrangida por aqueles que não professam dos mesmos sentimentos e valores. É uma tarefa e um dom de Deus, porém não podemos desanimar e nem nos esquecer que a experiência vale para nós também, assim como diz São João na Primeira Carta 1,1 que diz: “Aquele que nós tocamos, que nossos olhos viram, que nossos ouvidos ouviram, esse vós vos comunicamos”.

 

Peregrinação Paulo Gil Home

 

Maria Penha Nicolosi é formada em teologia. Paróquia N. Sra. Perpétuo Socorro – jardim Paulistano, São Paulo-SP.
Fonte: Revista Paróquias

Você também pode gostar

Deixe um comentário