Home Formação 7 verdades sobre a Igreja Católica que todo catequista deveria saber

7 verdades sobre a Igreja Católica que todo catequista deveria saber

por Redação
Compartilhe:

No Brasil a Igreja Católica possui vários pontos positivos, verdades que são ocultadas no dia a dia fazendo com que suas qualidades não apareçam para a população em geral

Em um país como o Brasil, onde a estrutura da Igreja Católica forma uma das maiores bases sociais para a população, é preciso que todos nós saibamos qual o tamanho dessa Igreja para que possamos ajudá-la em sua missão e propagação do Evangelho. Formada por homens e mulheres; jovens e idosos; religiosos e religiosas; leigos e leigas, a Igreja Católica é a maior instituição benfeitora e promotora de caridade do Brasil. Alimenta quem tem fome e trata quem procura por seus hospitais. Sendo assim, ninguém distribui mais alimentos do que sua gente,  o povo de Deus!

Veja também:

Catequistas Brasil: o maior congresso de formação para catequistas que você já viu!

Diretório Catequese

Portanto, há sete pontos em que a Igreja Católica Apostólica Romana é insuperável no Brasil:

 

    #Verdade 1: Maior instituição de caridade do planeta;

    #Verdade 2: A instituição que mais distribui alimentos;

    #Verdade 3:  Maior mantenedora de bolsas para a educação;

    #Verdade 4: Melhor programa de combate a mortalidade infantil;

    #Verdade 5:  Mais de 300 mil projetos sociais;

    #Verdade 6: Quem mais presta assistência aos idosos;

    #Verdade 7: Única instituição presente em todos os municípios do Brasil.

Essa Igreja, educa mais alunos que qualquer outra instituição de ensino desse país, como as crianças em suas creches e os idosos em seus lares de convivência. Ninguém distribui mais bolsas para a educação do que seus colégios e faculdades com mais de 2 milhões de alunos. Por isso, está presentes em todos os municípios do Brasil levando amor, unidade e esperança para todas as pessoas de fé, de todas as raças, guiados pela Boa Nova da verdade e da paz, sempre na defesa do bem e da dignidade da pessoa humana e firmes no propósito de evangelizar, como nos ordenou Jesus.

A Igreja que acolhe!

Não bastando, ela acolhe milhões de pessoas em suas casas, trazidas pela fé que anima essa Igreja. Seus carismas são inspirados pelo Espírito Santo e estão presentes em mais de duzentas mil comunidades pregando o Evangelho, sob a intercessão e proteção de Maria, nossa Mãe e Mãe de todos os povos. Todos!

São mais de 130 milhões unidos em uma só família: a Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil. Este é o sinal que nos faz criar laços de comunhão fraterna, favorecendo uma Igreja presente e atuante em nossos tempos. E todos devem conhecer e colaborar com isso. É um compromisso de solidariedade e fraternidade com os nossos irmão e irmãs em Cristo!

Por isso, como batizados, somos convidados a favorecer cada vez mais o bem comum. Além de colaborar com essa Igreja que precisa da sua ajuda, sempre. Lembre-se que há mais de 500 anos essa Igreja evangeliza o Brasil, guiada pela sua profissão de fé em Cristo Jesus. Contudo, suas missões estão nos quatro cantos do país e do mundo. Enquanto todos já se esqueceram do Haiti, seus missionários e suas missionárias permanecem por lá ajudando quem necessita, sob o Evangelho de Jesus Cristo. Nesse sentido, todos somos chamados a colaborar, como acontece com o evento Catequistas Brasil (evento.catequistasbrasil.com.br) que, anualmente, reúne catequistas de todo o Brasil na casa da Mãe Aparecida para capacitar os anunciadores do Evangelho. Pense nisso!

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos. Deixe também seus comentários.

 

Peregrinação Paulo Gil Home

 

Artigo escrito por Fábio Castro

Você também pode gostar

7 comentários

Maria Aparecida Gontijo 19 de agosto de 2019 - 17:50

Só acho que está se preocupando muito com a parte social e focando um pouco de lado a doutrina da igreja católica catequistas que não sabem nem achar uma leitura na Bíblia não conhecem o catecismo da Igreja católica e por aí vai e a teologia da libertação tomando conta de tudo penso que uma religião que seus membros não conhece sua doutrina não está tão boa assim . Me desculpem mas é o que eu estou vendo acontecer.

Resposta
Fábio Castro 20 de agosto de 2019 - 11:36

Olá Maria, certamente há muito o que fazer na formação dos catequistas, e estamos trabalhando muito pra isso junto com a Igreja. Mas isso não diminui a força da Igreja Católica na assistência ao povo de Deus. Essa é a proposta do artigo: mostrar as obras da Igreja. Fique dom Deus!

Resposta
Bernadete Fazolo 19 de agosto de 2019 - 18:26

Sou catequista e acho quê, quem é chamado deve primeiro buscar em formações, estudos,aprendizagem e outras informações como documentos de catequese da CNBB que nossa igreja oferece. Ñ quer dizer que um catequista tem que saber tudo. Aprende fazendo. Evangelizar é se dedicar à alguém e a si próprio. Evangelizar é missão de todo batizado.

Resposta
Francisco Hélio Ferreira Oliveira 19 de agosto de 2019 - 18:54

Isso no geral, mas em algumas paróquia os leigos não tem uma valorização o que é muito importante na atividade!

Resposta
Getúlio Sanches 20 de agosto de 2019 - 13:48

Sou católico apostolico romano,praticante minha igreja é show !

Resposta
Fatima Façanha 24 de agosto de 2019 - 19:33

Amo a nossa Igreja Católica e vejo que a Igreja é uma verdadeira mãe, ensina muito, tem bastante subsídios, o próprio Catecismo, os documentos, etc, mas o que falta é a conscientização e a vontade dos católicos buscarem esses conhecimentos. Ama mais quem conhece mais…

Resposta
Maria Raymundo Santos Serafim 4 de setembro de 2019 - 00:50

Gostei do conteúdo e até mesmos dos comentários,com certeza o catequista é um eterno aprendiz é por isso que ele deve está em constante formação pois a nossa igreja ela é rica em caridade e é por essa razão que incomoda pessoas que não ver a beleza e sim os defeitos,paz e bem.

Resposta

Deixe um comentário