Home Formação Conheça a história de Santa Rita de Cássia e sua novena para causas impossíveis

Conheça a história de Santa Rita de Cássia e sua novena para causas impossíveis

por Redação
Conheça a história de Santa Rita de Cássia e sua novena para causas impossíveis
Compartilhe:

História e novena de Santa Rita de Cássia, conhecida como a Santa das causas impossíveis

Conheça a história e a novena de Santa Rita de Cássia

Nascida em 1381, na vila de Roccaporena, perto de Cássia na Itália, Rita nasceu como um presente de Deus a seus pais que já possuíam idade avançada. Desde jovem, sempre possuiu tamanha admiração pelo convento das Freiras Agostinianas, o visitava com frequência e sempre desejou nele ingressar. Porém, foi prometida em casamento pelos seus pais segundo o costume da época. Rita aceitou a decisão de seus pais e decidiu ver isso como a vontade de Deus para ela.

Logo que se casaram, o Casal concebeu gêmeos. Rita era mãe e dona de casa, enquanto seu esposo Paolo trabalhava como vigia da cidade, seu marido possuía o vício da bebida e com isso ela sofrera muito durante seu casamento. Cássia possuía diversas rivalidades com facções populares e assim, um dia voltando de casa, o marido da Santa foi emboscado e morto. O acontecimento inesperado afligiu o coração de Rita que além de sentir a dor da partida de seu esposo, também havia a preocupação de ter que cuidar sozinha de seus filhos que agora já eram adolescentes e iriam querer vingar a morte de seu pai como era a lei.

Conheça o Catequistas Brasil 2021, o maior evento para catequistas que você já viu. Vagas Limitadas!

 

Diretório Catequese

Leia mais:
SORTEIO: Editora Vozes e Catequistas Brasil te presenteiam com 7 livros de catequese

Rita mulher de fé

Desse modo, Rita se apegou ainda mais à oração pois temia que seus filhos amados cometessem o pecado mortal de assassinar os responsáveis. Por muito tempo rezou com fervor para que não fossem corrompidos, até que ambos faleceram de causas naturais, e livres do mal.

Agora, sozinha no mundo, Rita voltou seus pensamentos a vida religiosa novamente e tentou entrar para o convento agostiniano Freiras de Santa Maria Mosteiro Madalena. Porém, temendo que a facção que matou Paolo se voltasse também contra o convento o pedido de Rita foi negado, que implorou a seus três santos padroeiros – João Batista, Agostinho e Nicolau de Tolentino para ajudá-la, e começou a tarefa de estabelecer a paz entre as partes hostis de Cássia com tanto sucesso que sua entrada no mosteiro foi garantida.

Os milagres de Santa Rita

Rita seguia o exemplo de Santo Agostinho e dedicou-se de todo o coração à oração e às obras de caridade, esforçando-se especialmente para preservar a paz e a harmonia entre os cidadãos de Cássia. Sempre possuiu extrema devoção ao sacrifício de Cristo e ela queria cada vez mais se unir intimamente ao sofrimento redentor de Jesus. Um dia, quando ela tinha cerca de sessenta anos, estava meditando diante de uma imagem de Cristo crucificada, como costumava fazer há muito tempo. De repente, uma pequena ferida apareceu em sua testa, como se um espinho da coroa que circundava a cabeça de Cristo tivesse se soltado e penetrado em sua própria carne. Nos quinze anos seguintes, ela carregou esse sinal externo de estigmatização e união com o Senhor.

Santa Rita e sua ligação com as rosas

Alguns meses antes de sua morte Rita pediu que um parente lhe trouxesse uma rosa do jardim da casa de seus pais, um pedido impossível pois era janeiro, mês de extremo frio, mas para o espanto de todos, no lugar em que ela pediu que a rosa fosse retirada, havia uma única flor de cores vivas. Assim Santa Rita de Cássia é hoje conhecida por ser a intercessora de milagres impossíveis, assim como os seus que foram conquistados.

Tendo respondido fiel e amorosamente aos muitos convites de Deus para ela no decorrer de seus setenta e seis anos, Rita retornou a Deus em paz em 22 de maio de 1457. Seu corpo, que permaneceu incorrupto ao longo dos séculos, é venerado hoje em dia. santuário de Cascia, que leva o nome dela. Seu banquete é comemorado no aniversário de sua morte, em 22 de maio.

novena de santa rita de cássia

Imagem ilustrativa de Santa Rita de Cássia

 

Como rezar a Novena de Santa Rita de Cássia?

Vamos aprender a rezar a novena de Santa Rita de Cássia. Antes, porém, conhecer um pouco da sua história fará toda a diferença no momento de orarmos por sua intercessão. No mês de maio, além das celebrações dos dias de Nossa Senhora, a Igreja Católica também celebra o dia de Santa Rita de Cássia. Muito marcada pelas rosas, a santa é conhecida por ser a intercessora de causas impossíveis, em que por seu intermédio são alcançadas. Seu corpo, que permaneceu incorrupto ao longo dos séculos, é venerado hoje em dia no Santuário de Cássia, sua festa é comemorada no dia 22 de maio.

Novena de Santa Rita de Cássia

  • Fazer o sinal da cruz;
  • Rezar o tema de cada dia;
  • Rezar 1 Pai Nosso; 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai;
  • Fazer a oração final;

1- Primeiro dia

Tema: Rita, alegria dos pais na velhice.

O admirável Santa Rita de Cássia, tu que nasceste quando teus pais já estavam avançados em idade, nutriste por eles um carinho todo especial. Ensina-nos a sempre mais amar e proteger todos os caminhos todo especial. Ensina-nos a sempre mais amar e proteger todos os idosos que vivem em nossos lares em comunidades. Que tenhamos paciência para com eles e as condições para amá-los como imagem de Jesus a quem tanto amaste.

Oração 

Deus Pai de bondade, vós nos dais o exemplo dos santos para que imitando-os na terra, possamos chegar um dia às alegrias do céu. Dai-me, vos peço, por intercessão de Santa Rita de Cássia, padroeira dos casos desesperados e impossíveis, que tanto vos amou nesta vida, as graças que tão ardentemente vos suplico…

2- Segundo dia

Tema: Santa Rita, amante da oração.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, nutriste desde cedo um profundo amor à oração e à solidão com Deus, ajuda-nos a descobrir nossa vocação de orantes em um mundo que esquece de orar. Que possamos rezar pelos que não sabem rezar pelos que não podem rezar e pelos que não querem rezar.

3- Terceiro dia

Tema: Santa Rita, fiel ao esposo.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, mesmo em meio aos mais duros sofrimentos que passaste em teu matrimonio, não desanimaste e oraste incessantemente pela conversão do teu esposo. Ensina aos casais de hoje teu jeito singelo de ser fiel na alegria ou na tristeza, na saudade ou na doença no amor no respeito e na fidelidade.

4- Quarto dia

Tema: Santa Rita, um coração de mãe para seus filhos.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, foste paciente e carinhosa para com teus dois filhos que queriam vingar a morte do pai. Ensina aos pais de hoje a ter um coração sempre aberto, preocupado e carinhoso para com seus filhos a exemplo do pai do filho pródigo, a quem imitaste em tua vida.

5- Quinto dia

Tema: Santa Rita, amante da vida religiosa.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, nutriste como ninguém um amor total à vida consagrada e religiosa. Mostra a muitos jovens de hoje o caminho para descobrir o verdadeiro amor desinteressado e total a Deus e aos irmãos. Intercede para que surjam muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas.

6- Sexto dia

Tema: Santa Rita, profunda penitente.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, descobriste na fé e na penitência uma forma misteriosa de amar secretamente a Deus, a quem escolheste seguir. Ajuda-nos também a descobrir a penitência como um valor evangélico de conversão pessoal e desprendimento de todas as formas de egoísmo.

7- Sétimo dia

Tema: Santa Rita, obediente aos superiores.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, como ninguém obedeceste aos teus superiores religiosos por ver nessa obediência um valor evangélico, um amor de quem tudo entrega por um amor sempre maior. Ensina aos cristãos de nossos dias a verdadeira caridade mútua, que faz com que toda forma de obediência não seja mais que um modo de servir aos irmãos.

8- Oitavo dia

Tema: Santa Rita, amante do Crucificado.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, descobriste no amor de Jesus crucificado um caminho para amar também o sofrimento. Ensina-nos a carregar nossas cruzes quando elas surgirem, sem desanimar ou desesperar. Mostra-nos também o calor redentor de todos sofrimentos aceitos por amor a Jesus que nada mais tendo a oferecer, deu-nos Sua própria vida.

9- Nono dia da  novena de Santa Rita de Cássia

Tema: Santa Rita, padroeira das causas impossíveis.

Oração 

Ó admirável Santa Rita de Cássia, em virtude dos prodígios que conseguiste de Deus, foste escolhida como padroeira de todas as causas impossíveis. Ajuda-nos a sempre mais confiar no milagre maravilhoso do amor que faz o maior de todos os prodígios sobre a terra: a conversão de todos os corações para Deus.

Oração de Santa Rita de Cássia

Ó Poderosa e gloriosa Santa Rita, eis a vossos pés uma alma desamparada que necessitando de auxílio, a vós recorre com a doce esperança de ser atendida por vós que tem o título de Santa dos Casos Impossíveis e Desesperados.
Ó cara santa interessai-vos pela minha causa, intercedei junto a Deus para que me conceda a graça que tanto necessito (faça o pedido).
Não permitais que tenha de me afastar de vossos pés sem ser atendido.
Se houver em mim algum obstáculo que me impeça de alcançar a graça que imploro, auxiliai-me para que o afaste.
Envolvei o meu pedido em vossos preciosos méritos e apresentai-o a vosso celeste esposo, Jesus, em união com a vossa prece. Ó Santa Rita, eu ponho em vós toda a minha confiança. Por vosso intermédio, espero tranquilamente a graça que vos peço.
Santa Rita, Advogada dos Impossíveis, rogai por nós.

Hino a Santa Rita de Cássia

Por Redação Catequistas Brasil

 

Peregrinação Paulo Gil Home

Você também pode gostar

2 comentários

O CATECISMO É A FÉ DA IGREJA – Apostolado Catecismo da Igreja Católica 13 de abril de 2020 - 19:03

[…] Aprenda a novena de Santa Rita de Cássia […]

Resposta
Aprenda a rezar o Terço de Santa Rita de Cássia, padroeira das causas impossíveis 15 de maio de 2020 - 10:31

[…] Leia mais: Conheça a história de Santa Rita de Cássia e sua novena para causas impossíveis […]

Resposta

Deixe um comentário