Como alcançar a Indulgência Plenária no Ano de São José?

por Redação
Como alcançar a Indulgência Plenária no Ano de São José?

A indulgência plenária cancela todas as penas temporais que a alma teria de cumprir no purgatório para chegar à santificação perfeita e será concedida no Ano de São José 

A doutrina e o uso das indulgências na Igreja Católica há vários séculos encontram sólido apoio na Revelação divina, e na Tradição da Igreja.

O Manual das Indulgências, aprovado pelo Papa São Paulo VI, na Constituição das Indulgências (1967), explica o que é a Indulgência: “Indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida aos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel, devidamente disposto e em certas e determinadas condições, alcança por meio da Igreja, a qual, como dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, o tesouro das satisfações de Cristo e dos Santos” (Norma 1 do Manual das Indulgências).

 

Catequese.online

 

O Catecismo da Igreja Católica nos ensina que: “Pelas indulgências, os fiéis podem obter para si mesmos e também para as almas do Purgatório, a remissão das penas temporais, sequelas dos pecados” (n. 1498).

Com obter uma indulgência plenária?

A indulgência plenária cancela todas as penas temporais que a alma teria de cumprir no purgatório para chegar à santificação perfeita. A indulgência parcial cancela parte dessas penas.

O pecado tem duas consequências, a culpa e a pena. A culpa é perdoada na confissão; a pena, que é a desordem que o pecado provoca no pecador, na Igreja e nos outros, e que precisa ser reparada, é eliminada pela indulgência que pode ser plenária (total) ou parcial.

De acordo com o Manual das Indulgências, para se ganhar uma indulgência plenária (uma vez por dia apenas), para si mesmo ou para as almas, deve-se fazer:

  1. uma confissão individual rejeitando todos os pecados (basta uma confissão para várias indulgências);
  2. receber a Sagrada Eucaristia;
  3. rezar pelo Papa ao menos um Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai. Não é necessário que tudo seja feito no mesmo dia.

Leia mais:
Como incentivar as crianças a vivenciarem a Santa Missa?

Confissão e prática de oração

Além disso, escolher e realizar uma dessas práticas:

  1. adoração ao Santíssimo Sacramento pelo menos por meia hora (concessão n. 3); ou
  2. leitura espiritual da Sagrada Escritura ao menos por meia hora (concessão n. 50); ou
  3. piedoso exercício da Via-Sacra (concessão n. 63); ou
  4. recitação do Rosário de Nossa Senhora na igreja, no oratório, na família; ou na comunidade religiosa ou em piedosa associação (concessão n. 63).

Ano de São José e indulgência plenária

Para o “Ano de São José (até 8 dez 2021), a quarta condição pode ser satisfeita também, com alguma destas alternativas:

  1. Fazendo meditação durante ao menos 30 minutos sobre a oração do Pai-Nosso ou fazendo um dia de recolhimento espiritual em que haja ao menos uma meditação sobre São José;
  2. Realizando qualquer obra de misericórdia;
  3. Oferecendo o trabalho à proteção de São José;
  4. Rezando a Ladainha de São José, Akathistos (ao menos uma parte) ou qualquer oração litúrgica em favor da Igreja perseguida “ad intra” ou “ad extra”;
  5. Fazendo qualquer oração aprovada pela Igreja a São José, como “A te Beate Joseph”, especialmente nos dias 19 de março, 1º de maio, Festa da Sagrada Família, Domingos de São José, no dia 19 de cada mês e em cada quarta-feira do ano;
  6. No caso dos enfermos e anciãos, rezando a São José pelos doentes e agonizantes, oferecendo os próprios sofrimentos a Deus.
Com informações de Canção Nova

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho está VazioVoltar para a Loja
    Precisa de Ajuda?