Home CatequesesCatequese digital Como incentivar as crianças a vivenciarem a Santa Missa?

Como incentivar as crianças a vivenciarem a Santa Missa?

por Redação
Como incentivar as crianças a vivenciarem a Santa Missa
Compartilhe:

A seguir, confira 7 conselhos para auxiliar os pais e catequistas a formarem as crianças na vivência da Santa Missa

A editora de livro e mãe de uma criança de um ano, Emma Follett, deu alguns conselhos para ajudar os pais no desafio de formar os pequenos na vivência da Santa Missa, tanto presencial como on-line.

 

Catequese.online

 

Em um artigo publicado em National Catholic Register, Follett observou que, como uma “jovem mãe de uma família em crescimento”, a Missa se tornou um refúgio e um desafio, especialmente com uma criança pequena.

Follett observou que, ao ver outras famílias, ela se perguntou se estava fazendo o seu melhor para ensinar seu filho a se comportar durante a Missa, então procurou respostas e escreveu algumas dicas sobre “como promover um comportamento apropriado durante a Missa que também pode ajudar a sua família”.

“Com instrução saudável e tranquila, nossos filhos respeitarão a Missa tanto quanto nós”, indicou.

1. Sente-se na frente

Follett observou que, embora ocupar os assentos mais próximos do altar possa significar uma caminhada mais longa até a parte de trás da igreja no caso de um acesso de raiva, os pequenos se sentem mais envolvidos com a celebração se puderem apreciar o que realmente está acontecendo.

“As crianças podem se envolver muito mais se virem mais do que as costas dos outros paroquianos”, assinalou.

2. Responda às perguntas das crianças

Mesmo que em sussurros, “as perguntas sobre a Missa devem ser respondidas. Uma criança não se lembrará das suas perguntas depois da Missa e, desde que seja respeitoso, receber as respostas a encorajará a pensar realmente sobre o que está acontecendo”, sublinhou.

Follett acrescentou que os pais podem apontar com calma momentos importantes da celebração, como a Consagração, quando podem sinalizar para a criança: “Olha! Jesus está ali!”.
Além disso, destacou que é importante estimular o diálogo após a Missa e falar “sobre a homilia e as leituras, por que o sacerdote usou uma cor especial, etc.”.

Leia mais:
O cuidado com a formação religiosa das crianças na pandemia

3. Promova a participação

A editora encorajou os pais a assistir à Missa diária para fornecer às crianças a “prática” necessária para “prepará-las para as Missas dominicais mais longas”.

Indicou ainda que lhes dar uma tarefa nas Missas pode criar nos pequenos uma “sensação de realização e maturidade”, com responsabilidades simples como “colocar o dinheiro no cesto de coleta”.

“Considere levá-los para um ‘passeio pela igreja’ em algum momento durante a semana ou após a Missa. Peça ao diácono, sacerdote ou sacristão de sua paróquia para mostrar às crianças, de perto, os lugares da igreja que de outra forma não poderiam ver e explicar o que acontece lá. O ambão, o tabernáculo e o altar podem despertar a curiosidade das crianças”, acrescentou.

4. Prepare-se tanto quanto possível

Follett aconselhou os pais a deixarem as roupas preparadas desde a noite anterior, organizar “as bolsas de fraldas com antecedência e tomar o café da manhã na hora certa”, para não chegarem agitados e bravos na Missa.

“Você pode praticar a genuflexão, fazer o sinal da cruz e cantar algumas das canções de Missa mais comuns e simples em casa”, acrescentou.

5. Não reforce maus comportamentos

A editora destacou que quando for necessário ir ao fundo da igreja, deve-se evitar deixar as crianças correrem livremente ou dar-lhes comida ou brinquedos, “caso contrário, irão associar sua má conduta ao recebimento de uma recompensa”.

“Em vez disso, mantenha-os em seus braços e forneça uma explicação apropriada para a idade que trate de seu mau comportamento”, acrescentou.

 

Diretório Catequese

 

6. Comemore os domingos

Follett aconselhou a levar uma “bolsa de Missa” com brinquetos e livros sobre a Bíblia ou a Missa apropriados para a idade, que podem ser usados de forma respeitosa sem “prejudicar o sacramento”.

“Ter algo ‘especial’ para ver pode ser para os pequenos uma parte emocionante de seu domingo”, acrescentou.

Além disso, aconselhou vestir-se de modo elegante para participar da Santa Missa, para que as crianças entendam que esta celebração é algo especial.

A editora aconselhou a dar às crianças recompensas que podem compartilhar em família após a Missa.

“Embora os lanches sejam uma distração durante a Missa, desfrutar de uma refeição especial ou lanche depois pode ser uma excelente recompensa, ao mesmo tempo que dá às crianças algo para ansiar em cada fim de semana”, acrescentou.

7. Viva as Missas on-line com reverência

Follett destacou que neste momento de pandemia que obriga as pessoas a assistir à Santa Missa de casa, é aconselhável viver as celebrações on-line com reverência.

“Prepare um ‘espaço sagrado’ em sua casa com imagens e velas. Continue fazendo os movimentos da Missa (sentar, levantar, ajoelhar)”, indicou.

A editora destacou a importância de vestir as melhores roupas aos domingos e dar oportunidade às crianças de participarem, com pequenas ações como apagar as velas.

“Quando você voltar para a Missa presencial, prepare-se para outro período de aprendizado. Seja paciente com a curva de aprendizagem”, acrescentou.

“À medida que nossos filhos cresçam e tenham irmãos mais novos, o trabalho árduo que estamos fazendo agora permitirá que nossos filhos mais velhos sejam um excelente exemplo para os mais novos. Enquanto isso, podemos pedir a graça de Deus para suportar os momentos mais difíceis do processo de ensino”, concluiu.

Com informações de ACI Digital

Você também pode gostar

Deixe um comentário