Home FormaçãoBíblia 10 parábolas bíblicas para usar com as crianças na catequese

10 parábolas bíblicas para usar com as crianças na catequese

por Redação
10 parábolas bíblicas para usar com as crianças na catequese
Compartilhe:

Aproximar as crianças de parábolas bíblicas pode aperfeiçoar seus valores e também a espiritualidade delas.

Ensinar e evangelizar as crianças com histórias é sempre útil. Para que isso aconteça, uma boa opção para os pais e catequistas é ler com eles as parábolas bíblicas. As parábolas são histórias contadas por Jesus, que sempre trazem algum ensinamento, e também possuem função educativa além do cunho religioso.

 

Diretório Catequese

 

Primeiramente, esses ensinamentos são parecidos com as fábulas e podem ensinar algumas virtudes aos pequenos. Se usadas de uma forma lúdica, se tornam uma ferramenta eficaz nessa missão, e suas lições de moral podem ser experimentadas pela comunidade e pela família toda no dia a dia.

Uma ideia simples, mas que funciona, é aliar o hábito da leitura com outras atividades. Sendo assim, nesse sentido tudo é válido, inclusive sugerir algum desenho que associe a mensagem passada ou até mesmo uma reflexão sobre o assunto após uma celebração. No entanto, uma vez aprendida a lição, a criança tende a praticar em outros ambientes, como na escola com seus amigos.”

Torne a leitura um hábito

O hábito de ler a Bíblia em família pode transformar o ambiente e contribui com as escolhas que seus filhos poderão fazer no futuro. Sendo assim, comece lendo as parábolas bíblicas pela história do “Bom Samaritano”. Ela ensina noções de amor e cuidado ao próximo, mandamento que resume todos os outros. Contudo, ela pode ser lida e partilhada com os catequizandos antes de uma oração familiar ou até mesmo antes de dormir.

Leia mais:
5 dinâmicas sobre a Bíblia para catequese infantil

Dessa forma, confira 10 parábolas bíblicas para usar com as crianças na catequese:

1. O Bom Samaritano (Lucas 10. 29-35)

Talvez seja a parábola mais conhecida da Bíblia. A história do bom samaritano pode ensinar noções sobre o amor ao próximo, mandamento que resume todos os outros. Ela traz a resposta de como herdar a vida eterna. Ignorado por um sacerdote e por um levita após ser espancado, um homem é atendido apenas por um samaritano que foi o único que atuou com compaixão naquele momento e curou as feridas dele.

2. Filho pródigo (Lucas 15. 11-32)

É útil para orientar sobre o arrependimento e perdão. O filho arrependido volta à casa de seu pai depois de desperdiçar os bens que ele mesmo reivindicou. Mesmo assim o pai o recebe de braços abertos, oferecendo-lhe um banquete. Aproveite essa leitura para aconselhar seus catequizandos a perdoar sempre.

3. O joio e o trigo (Mateus 13.24-30)

Sempre aparecem coisas ruins no meio das boas, especialmente no cotidiano da família. Nessa parábola Jesus faz a distinção do joio e do trigo, lembrando que sempre haverá o mal querendo estragar as obras boas. Jesus associa o reino dos céus a um campo no qual um homem semeia boa semente.

 

Peregrinação Paulo Gil Home

 

4. A lamparina (Lucas 8.16-18)

A conversão precisa ser diária. Nessa história, a lâmpada é utilizada por Jesus para demonstrar a importância de iluminar e ser visto, além de contagiar os outros uma boa notícia não é para ser abafada ou ficar escondida, mas para se tornar conhecida. Aquele que acolhe a boa notícia aprende a agir de acordo com a visão e a ação de Jesus.

5. A ovelha perdida (Lucas 15.4-7)

É uma das mais contadas, seja em qualquer denominação cristã. Pode ser colocada em prática de uma forma simples: acolhendo aqueles que são desprezados, mesmo nos aborrecendo e praticando o mal, também merecem compaixão.  Contudo, é nesse momento que o cristão se torna “igreja”.

6. Os servos (Lucas 17.7-10)

Você pode ajudar seu filho a entender mais sobre sua vocação. Assumir um compromisso sem esperar por recompensa no final é a mensagem passada nessa parábola. Jesus pondera sobre o “serviço” para o reino de Deus, que também serve para norteá-lo as outras decisões na vida.

7. Semente de mostarda (Lucas 13.18-19)

Nessa parábola como nas outras, Jesus ilustra bem os fatos e sempre faz uma comparação, seja contando à multidão ou aos seus discípulos. Para falar sobre humildade e o impacto de se começar pequeno até alcançar o objetivo, ele compara o reino dos céus a um grão de mostarda.

Leia mais:
Confira o roteiro para o encontro de catequese sobre a Bíblia

8. Semeador (Lucas 8.5-8)

Ele faz uma comparação entre sementes jogadas em três tipos de terrenos: nas pedras e espinhos e em terra boa para ensinar o significado de uma parábola. Na última, a semente caiu e deu boa colheita. Nessa leitura, você vai poder ensinar ao seu filho que a semente é a parábola (Palavra de Deus) e que é preciso ter um coração generoso e guardá-la em seu coração para que comece a dar frutos.

9. Os Talentos (Lucas 19.12-27)

Ela ensina noções de responsabilidade. Jesus conta a história de um homem que confiou seus bens aos seus servos. Portanto, com ela você vai explicar ao seu catequizando que cada um recebe dons e oportunidades e precisa agir com responsabilidade diante da quantidade ou talentos recebidos.

10. Jesus e o jovem rico (Mateus 19:16-22)

Ensina como o apego a bens materiais, o egoísmo e a falsa religiosidade podem afastar uma pessoa de Deus. O jovem se encontra com Jesus e lhe faz uma pergunta do que ele pode fazer parar alcançar a vida eterna. Sendo assim, Jesus pede para que guarde os mandamentos e sugere que venda todos seus bens e dê aos pobres, mas, no entanto, ele não aceitou. Aos discípulos Jesus disse: “Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.”

Você também pode gostar

1 comentário

Neide saturnino 29 de julho de 2020 - 21:09

Gostei mto do conteúdo e diretrizes p aprendizado das crianças. E um direcionamentos p nós catequistas.

Resposta

Deixe um comentário