Liturgia Diária: 15ª Semana do Tempo Comum | Sábado – 18/07/2020

por Redação
Liturgia Diária: 15ª Semana do Tempo Comum | Sábado - 18/07/2020

Confira a liturgia de hoje, sábado – 18/07/2020

Cor Litúrgica: Verde

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Primeira Leitura (Mq 2,1-5)

Leitura da Profecia de Miquéias.

1“Ai dos que tramam a iniquidade e se ocupam de maldades ainda em seus leitos! Ao amanhecer do dia, executam tudo o que está em poder de suas mãos. 2Cobiçam campos, e tomam-nos com violência, cobiçam casas, e roubam-nas. Oprimem o dono e sua casa, o proprietário e seus bens. 3Isto diz o Senhor: ‘Eis que tenciono enviar sobre esta geração perversa uma desgraça de onde não livrareis vossos pescoços; não podereis andar de cabeça erguida, porque serão tempos desastrosos.

4Naquele dia, sereis assunto de uma alegoria, de uma canção triste que diz: Fomos inteiramente devastados; a parte de meu povo que passou a outro por ninguém lhe será restituída; os nossos campos são repartidos entre infiéis’. 5Por isso, não terás na assembleia do Senhor quem meça com cordel as porções consignadas por sorte”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 9B)

— O Senhor não se esquece do clamor dos aflitos.

— O Senhor não se esquece do clamor dos aflitos.

— Ó Senhor, por que ficais assim tão longe, e, no tempo da aflição, vos escondeis, enquanto o pecador se ensoberbece, o pobre sofre e cai no laço do malvado?

— O ímpio se gloria em seus excessos, blasfema o avarento e vos despreza; em seu orgulho ele diz: “Não há castigo! Deus não existe!” É isto mesmo que ele pensa.

— Só há maldade e violência em sua boca, em sua língua, só mentira e falsidade. Arma emboscadas nas saídas das aldeias, mata inocentes em lugares escondidos.

— Vós, porém, vedes a dor e o sofrimento, vós olhais e tomais tudo em vossas mãos! A vós o pobre se abandona confiante, sois dos órfãos vigilante protetor.

Evangelho (Mt 12,14-21)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14os fariseus saíram e fizeram um plano para matar Jesus. 15Ao saber disso, Jesus retirou-se dali. Grandes multidões o seguiram, e ele curou a todos. 16E ordenou-lhes que não dissessem quem ele era, 17para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías:

18“Eis o meu servo, que escolhi; o meu amado, no qual ponho a minha afeição; porei sobre ele o meu Espírito, e ele anunciará às nações o direito. 19Ele não discutirá, nem gritará, e ninguém ouvirá a sua voz nas praças. 20Não quebrará o caniço rachado, nem apagará o pavio que ainda fumega, até que faça triunfar o direito. 21Em seu nome as nações depositarão a sua esperança”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Confira abaixo o #minisermão deste sábado: “Existem pessoas que se organizam para fazer o mal; é preciso denunciar (Mt 12,14-21)!”

#minisermao 

Existem pessoas que se organizam para fazer o mal; é preciso denunciar! Todo cristão é um profeta, e profeta é aquele que anuncia mas também denuncia. Existe, na nossa sociedade, um crime organizado e, quando sabemos algum indício desse tipo de corrupção, denunciar é um gesto de santidade, com todos os riscos que isso implica. Havia um complô para matar Jesus. Ele retirou-se dali, mas continuou anunciando, realizando milagres e prodígios no meio do povo, e também denunciando! Jesus era um grande profeta (Mt 12,14-21).

Pe. Joãozinho, scj

Ouça o #minisermao no vídeo do Evangelho do dia!

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Diretório Catequese

Veja também a liturgia diária de amanhã:

Liturgia Diária: 16º Domingo do Tempo Comum – 19/07/2020

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho está VazioVoltar para a Loja
    Precisa de Ajuda?