Encontre na pedagogia de Jesus a fonte inesgotável da sacralidade

por Redação

“Somos uma Igreja que crê Palavra e no gesto”

Na Igreja católica existe a Palavra e o Sinal. Nesta ordem, primeiro a Palavra, depois o Sinal. Mas ambos são importantes. O sinal quase sempre vem acompanhado de gestos. E deriva sua força e significado da Palavra, porque a Palavra de Deus vem por primeiro. Sem a Palavra nem haveria a religião. E não haveria a nossa Igreja. Porque Deus se comunicou com pelos patriarcas Abraão, Jacó e outros. E por líderes como Moises e profetas como Isaias, Jeremias e Jacó. E finalmente, Jesus de Nazaré, em cuja palavra nós cremos. De tal modo ele amava Deus, que o chamava de Pai e Ele era o Filho. Sendo assim, ninguém foi mais Filho do que Ele. Poderoso em palavras e sinais.

 

Diretório Catequese

 

Cada palavra tinha seu significado. E cada gesto tinha o seu porquê. Seus gestos marcavam vidas. Ele dizia e fazia. Curava cegos e coxos, e surdos e mudos só coma força da palavra. Mas muitas vezes fez um gesto e ensinou os seus darem um sinal. Untou os olhos do cego com barro e saliva, curou alguém que o tocou. Tocava os olhos dos cegos e a língua dos mudos. O povo o tocava o tempo todo.

Tocava nos febris (Mt 8,5) e nos leprosos (Mt 8,3) antes de curá-los, quem os tocava ficava limpo. Vivia espremido pelo povo. Tocou o esquife antes de ressuscitar o jovem falecido.

Leia mais:
Estão abertas as inscrições para o Catequistas Brasil 2020

Os sinais

Tocava mão, olhos, orelhas, esquifes. O sinal era importante. Mais tarde o povo tocava Paulo com lenços e aventais e era curado (At 19,12). A simples sombra de Pedro curava doentes. Mandou os leprosos curados visitar o Templo. Dessa forma, pedia gestos concretos.

Assim foi a Igreja que nascia. Vivia da Palavra e dos sinais. Nem só a Palavra, nem só o sinal. Ambos. Porque também o gesto e sagrado. Outras Igrejas acentuam quase somente a Palavra. Basta-lhes isto. Nós católicos, acentuamos a Palavra e os gestos e os sinais. Por isso, batizamos, ungimos, abençoamos, partimos pão, ligamos, traçamos o sinal da cruz sobre coisas e pessoas, ajoelhamos, abrimos os barcos, vestimos roupas especiais.

Tudo tem seu significado, é sagrado, é sacramento. Aponta para a Palavra de Deus, nasce da Palavra de Deus lembra Jesus, aponta para Jesus.

Sete ritos especiais, porém recebem o nome de sacramentos. Há mais, mas estes tem maior significado pedagógico. A nossa é a Igreja do pão repartido, do batismo, das águas eternas, óleo do crisma, das bênçãos e das unções e das procissões. Cremos no gesto e na pedagogia de Jesus.

Leia mais:
Catequistas Brasil levará você para conhecer os passos de Jesus na Terra Santa e Itália

Jesus também acreditava na pedagogia do sinal. Por isso, quando nos perguntarem sobre nossos sacramentos, respondamos com naturalidade: somos uma Igreja que crê Palavra e no gesto. Contudo, na próxima vez que você atravessar uma sinaleira, pense na Igreja. Sinais ajudam a viver. Os sacramentos também.

 

Peregrinação Paulo Gil Home

 

Por Padre Zezinho, SCJ

Fonte: Revista Paróquias

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Supomos que você esteja ok com isso, mas você pode optar por não usar os cookies, se desejar. Aceito

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho está VazioVoltar para a Loja
    Precisa de Ajuda?