Home Liturgia Liturgia Diária: 32ª Semana do Tempo Comum | Sábado – 14/11/2020

Liturgia Diária: 32ª Semana do Tempo Comum | Sábado – 14/11/2020

por Redação
Liturgia Diária: 32ª Semana do Tempo Comum | Sábado - 14/11/2020
Compartilhe:

Confira a liturgia de hoje, sábado – 14/11/2020

Cor Litúrgica: Verde

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Primeira Leitura de hoje (3Jo 5-8)

Leitura da Terceira Carta de São João.

5Caríssimo Gaio, é muito leal o teu proceder, agindo assim com teus irmãos, ainda que estrangeiros. 6Eles deram testemunho da tua caridade diante da Igreja. Farás bem em provê-los para a viagem de um modo digno de Deus. 7Pois, por amor do Nome, eles empreenderam a viagem, sem aceitar nada da parte dos pagãos. 8A nós, portanto, cabe acolhê-los, para sermos cooperadores da Verdade.

Catequese.online

 

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo Responsorial de hoje (Sl 111)

— Feliz aquele que respeita o Senhor!

— Feliz aquele que respeita o Senhor!

— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho a sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!

— Haverá glória e riqueza em sua casa, e permanece para sempre o bem que fez. Ele é correto, generoso e compassivo, como luz brilha nas trevas para os justos.

— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!

Evangelho do dia (Lc 18,1-8)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo: 2“Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário!’ 4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: ‘Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha agredir-me!’” 6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar? 8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”

Catequese.online

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Confira abaixo o #minisermão deste sábado: “Parece incrível e contraditório, mas Jesus falou de um juiz injusto (Lc 18,1-8).”

#minisermao

Parece incrível e contraditório, mas Jesus falou de um juiz injusto. Se é juiz é porque tem a responsabilidade de praticar a justiça, por meio de juízos prudentes, baseados na lei e em uma interpretação razoável, consideradas as circunstâncias. Mas, quando o próprio juiz é injusto, ele é uma contradição ambulante! E, naquela cidade, Jesus conta que havia um juiz injusto, que não respeitava ninguém; mas havia também uma… uma senhora muito idosa, uma viúva que queria justiça. Era uma mulher honesta. Justa. Peçamos pelo nosso Poder Judiciário (Lc 18,1-8)!

Pe. Joãozinho, scj

Ouça o #minisermao no vídeo do Evangelho do dia!

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Catequese.online

Veja também a liturgia diária de amanhã:

Liturgia Diária: 33º Domingo do Tempo Comum – 15/11/2020

Você também pode gostar

Deixe um comentário