Home CatequesesCatequese digital Catequese e internet: os desafios da pandemia

Catequese e internet: os desafios da pandemia

por Redação
Catequese e internet: os desafios da pandemia
Compartilhe:

Nesse período de tantas tristezas e incertezas, nós catequistas devemos receber com coragem mais esse desafio: manter-se firme na fé diante da pandemia

Muitos de nós acreditávamos que a pandemia seria um transtorno por quinze ou vinte dias, quem sabe, um ou dois meses. Mas poucos de nós esperávamos mais de um ano em isolamento social. Por isso é importante um esforço a mais para manter a profissão da fé: celebrações, grupos de oração, grupos de jovens, grupos de casais e, é claro, encontros de catequese. É pouco provável que o catequista consiga reproduzir o ambiente dos encontros presencias nos encontros via internet. Contudo, sabendo que a catequese não é simplesmente a transmissão de lições e doutrinas, o desafio é demonstrar fé e esperança, acolhendo os catequizandos com o verdadeiro espírito cristão, que tem em Deus uma confiança que não se abala, mesmo que sejam muitas as dificuldades.

 

Catequese.online

 

Na Santa Missa da Jornada dos Catequistas do Ano da Fé disse o Papa Francisco que o catequista “é aquele que guarda e alimenta a memória de Deus; guarda-a em si mesmo e sabe despertá-la nos outros”. Nesse período de tantas tristezas e incertezas, nós catequistas devemos receber com coragem mais esse desafio: manter-se firme na fé diante da pandemia. Com isso, podemos transmitir essa fé aos nossos catequizandos, mesmo nos encontros via internet. Confiantes na providência divina, a distância não reduzirá a riqueza de nossos encontros. Empregaremos, então, os meios humanos, pois há boas ferramentas que nos auxiliarão na missão de evangelizar.

O uso das ferramentas

A ferramenta que utilizo nos encontros é o Zoom (https://zoom.us/pt-pt/meetings.html). Disponível para computadores e smartphones, o Zoom oferece um ambiente de vídeo intuitivo e seguro. A ferramenta é gratuita e o catequista pode se cadastrar com um e-mail ou utilizar as contas do Google ou Facebook. Através do campo “Agendar uma Reunião”, o catequista pode incluir um título para o encontro, uma descrição e selecionar o dia, horário e duração, além de diversas outras opções que auxiliam na organização do encontro. Apesar de o site informar um limite de 40 minutos para reuniões no plano gratuito, eu nunca tive problema nesse sentido, sempre sendo oferecido mais tempo pelo site após ultrapassar esse limite. Feito o agendamento, será disponibilizado um link, que pode ser enviado aos catequizandos por e-mail ou WhatsApp. Basta clicar no link e eles serão direcionados para participar do encontro.

Conheça o Sistema Eclesial OVES, Catequese, Liturgia, Pascom e Gestão. Completo para sua igreja

Há ainda outras ferramentas, como o Microsoft Teams (https://www.microsoft.com/pt-br/microsoft-teams/log-in) e o Google Sala de Aula (https://edu.google.com/intl/pt-BR/products/classroom), que são excelentes, mas indicados para os catequistas que se sintam mais confortáveis no ambiente virtual. Se a utilização das tecnologias é um desafio em especial para você, o Zoom é mesmo a melhor opção. De todo modo, não nos esqueçamos da união e do espírito comunitário. Que os catequistas possam se unir para que, cada um com sua contribuição especial, alcancemos bons encontros nesse período de tantas dificuldades.

Leia mais:
O cuidado com a formação religiosa das crianças na pandemia

Transmita a alegria do Evangelho

Em discurso para os participantes do encontro do Departamento Catequético Nacional da Conferência Episcopal Italiana, o Papa Francisco ensinou que “a catequese é a longa onda da Palavra de Deus para transmitir a alegria do Evangelho na vida. Graças à narração da catequese, a Sagrada Escritura torna-se ‘o ambiente’ no qual se sente parte da mesma história de salvação, encontrando as primeiras testemunhas de fé. Catequese significa pegar pela mão e acompanhar nesta história”. Que a distância física não nos impeça de estarmos juntos em comunhão com Jesus Cristo. Em comum esforço, certamente superaremos o desafio de nos reunir em encontros virtuais, transmitindo com alegria os ensinamentos de Jesus e conduzindo nossos catequizandos com fé e esperança. Que assim seja!

Por Luís Gustavo Conde – catequista atuante na evangelização de jovens e adultos; palestrante focado na doutrina cristã; advogado, tecnólogo e professor. Dúvidas e sugestões, fale comigo nas redes sociais: @luisguconde (Facebook, Twitter e Instagram).

Você também pode gostar

Deixe um comentário