Home Liturgia Liturgia Diária: 22ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira – 04/09/2020

Liturgia Diária: 22ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira – 04/09/2020

por Redação
Liturgia Diária: 22ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira - 04/09/2020
Compartilhe:

Confira a liturgia de hoje, sexta-feira – 04/09/2020

Cor Litúrgica: Branco

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Primeira Leitura de hoje (1Cor 4,1-5)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.

Irmãos, 1que todo o mundo nos considere como servidores de Cristo e administradores dos mistérios de Deus. 2A este respeito, o que se exige dos administradores é que sejam fiéis. 3Quanto a mim, pouco me importa ser julgado por vós ou por algum tribunal humano. Nem eu me julgo a mim mesmo. 4É verdade que a minha consciência não me acusa de nada. Mas não é por isso que eu posso ser considerado justo. 5Quem me julga é o Senhor. Portanto, não queirais julgar antes do tempo. Aguardai que o Senhor venha. Ele iluminará o que estiver escondido nas trevas e manifestará os projetos dos corações. Então, cada um receberá de Deus o louvor que tiver merecido.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo Responsorial de hoje (Sl 36)

— A salvação de quem é justo vem de Deus.

— A salvação de quem é justo vem de Deus.

— Confia no Senhor e faze o bem, e sobre a terra habitarás em segurança. Coloca no Senhor tua alegria, e ele dará o que pedir teu coração.

— Deixa aos cuidados do Senhor o teu destino; confia nele, e com certeza ele agirá. Fará brilhar tua inocência como a luz, o teu direito, como o sol do meio-dia.

— Afasta-te do mal e faze o bem, e terás tua morada para sempre. Porque o Senhor Deus ama a justiça, e jamais ele abandona os seus amigos.

— A salvação dos piedosos vem de Deus; ele os protege nos momentos de aflição. O Senhor lhes dá ajuda e os liberta, defende-os e protege-os contra os ímpios, e os guarda porque nele confiaram.

Evangelho do dia (Lc 5,33-39)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 33os fariseus e os mestres da Lei disseram a Jesus: “Os discípulos de João, e também os discípulos dos fariseus, jejuam com frequência e fazem orações. Mas os teus discípulos comem e bebem”. 34Jesus, porém, lhes disse: “Os convidados de um casamento podem fazer jejum enquanto o noivo está com eles? 35Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, naqueles dias, eles jejuarão”.

36Jesus contou-lhes ainda uma parábola: “Ninguém tira retalho de roupa nova para fazer remendo em roupa velha; senão vai rasgar a roupa nova, e o retalho novo não combinará com a roupa velha. 37Ninguém põe vinho novo em odres velhos; porque, senão, o vinho novo arrebenta os odres velhos e se derrama; e os odres se perdem. 38Vinho novo deve ser posto em odres novos. 39E ninguém, depois de beber vinho velho, deseja vinho novo; porque diz: o velho é melhor”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Confira abaixo o #minisermão desta sexta-feira: “Nem sempre a piedade exterior é sinal de santidade interior (Lc 5,33-39).”

#minisermao

Nem sempre a piedade exterior é sinal de santidade interior. Não basta colocar uma camiseta religiosa para se transformar num santo, assim como não basta colocar uma camiseta do seu time preferido para se tornar um ótimo jogador. É preciso buscar a verdade que está no interior. Os fariseus eram mestres da aparência e da crítica aos outros! Criticavam Jesus e os seus discípulos porque iam jantar na casa dos pagãos, dos publicanos, dos pecadores, e andavam com gente de má fama, prostitutas, impuros e doentes. E Jesus chama esses “aparentes piedosos” de sepulcros caiados. E diz: “A novidade do Reino é total! Não se coloca vinho novo em odres velhos” (Lc 5,33-39).

Pe. Joãozinho, scj

Ouça o #minisermao no vídeo do Evangelho do dia!

Conheça o Catequistas Brasil, o maior evento para catequistas que você já viu!

Diretório Catequese

Veja também a liturgia diária de amanhã:

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário